A chegada dele



Ele surgiu transformando tudo ao seu redor.

Ela sabia que após aquele momento sua vida nunca mais seria a mesma.
Toda sua rotina, suas preocupações, suas prioridades, tudo mudaria a partir de agora.
As festas, as baladas, a academia e o trabalho sofreriam mudanças com a chegada dele.
Sua vaidade estaria afetada para sempre.
Sabia que ele seria o primeiro, que outros viriam depois, e assim seria inevitável a multiplicação de suas preocupações.
A idade começaria a pesar. Ela sentia que algo mudava e começava a se apavorar.
Aquilo em que nunca tinha prestado atenção antes passara a latejar em sua mente.
Era o início de uma era em que precisaria sempre prestar atenção nele, pois caso não o fizesse, ele denunciaria a todos aquilo que ela nunca precisou temer antes.
Sim, sua vida mudaria sim.
Inevitavelmente, ele deveria sobressair mais que sua roupa, maquiagem, seu corpo. E mesmo que tudo tivesse impecável, a presença dele junto dela passaria a anular todo o resto.
Isso porque a primeira coisa em que as pessoas passariam a reparar seria nele, gritando, destoando-se de toda sua produção, de toda sua beleza, de toda sua vaidade.
Sim, ele presente iria parecer uma placa luminosa, gritando para todos os cantos que ela estava envelhecendo.
Até pensou em arrancá-lo de sua vida. Mas sabia que o carregaria de alguma forma e que ele sempre surgiria em sua cabeça.
Ele passou a ser prioridade até na sua lista de compras. Antes de pensar num novo batom, numa roupa nova, ou em um novo sapato; antes de qualquer outra coisa, ela precisaria pensar nele.
Então a partir de agora, seu primeiro item da prateleira passará a ser tintura para o cabelo. Para esconder o maldito primeiro cabelo branco…